CHANSON D'AUTOMNE

Les sanglots longs
Des violons
De l'automne
Blessent mon coeur
D'une langueur
Monotone.

Tout suffocant
Et blême, quand
Sonne l'heure,
Je me souviens
Des jours anciens
Et je pleure.

Et je m'en vais
Au vent mauvais
Qui m'emporte

Deçà, delà,
Pareil à la
Feuille morte.

Paul Verlaine
CASTELOS DE VENTO: és!

domingo

és!








és!


és a flor da torga no ermal granítico,
espiga de ceres no alentejo errático,
gentil welwitschia no namib mítico,
magnólia de alabastro, lírio aquático.

és a raiz do nardo em poema épico,
o rastro do zéfiro em cântico extático,
sacro sal da terra, dócil cardo ascético,
a primorosa pena de estilo ático.

és a esfinge envolta em cabal mistério,
a escuna que flaina o ameno galerno,
és a estrela de oiro no cerúleo etéreo,
doce primavera depois do inverno.

em meu castro de vento, agora cinéreo,
és o meu fanal e nele me prosterno.



9 Comments:

Blogger un dress said...

magia...puríssima...:)

10:21 da tarde, junho 26, 2007  
Anonymous Anónimo said...

Ui... Quase feitiçaria do vento na flora rara. Um poema que sopra a música dos deuses. Bom dia!

7:03 da manhã, junho 27, 2007  
Blogger chipichipi said...

inebriante e arrebatador!
:)

9:22 da tarde, junho 27, 2007  
Blogger ana maria costa said...

bom, o vento é forte demais para se remar contra ele. deixo crescer os cabelos neste vento que em breve chega com as ondas à areia.Durante o vento,fecharei os olhos e direi as palavras deste poema. o mar escutará mexendo-se.

11:01 da tarde, junho 27, 2007  
Blogger anatema said...

qué fue de la rosa sin espinas
de la miel salada
del perfume sin fragancia?

qué sería de ella sin poemas
sin versos que le ofrezcan
sin manos que acarician?

qué sería del mundo sin poetas
sin voces de gorriones
sin tañer de campanas?

qué sería?
qué sería?

BELLÍIIIIIIIIIISIMO...!!!

2:45 da manhã, junho 29, 2007  
Blogger Poesia Portuguesa said...

Olá... permites-me que te "roube" este poema?
Um abraço ;))

11:58 da manhã, junho 29, 2007  
Blogger Zénite said...

Poesia Portuguesa,

Podes "roubar" tudo o que quiseres. Terei todo o gosto nisso.

Aproveito para agradecer a todos os comentadores deste blogue as palavras simpáticas que me dirigiram.

Abraço.

9:26 da tarde, junho 29, 2007  
Blogger o fogo que a fraga ferra said...

Esdrúxulo e belo!

Um dia muito feliz para ti.

10:41 da manhã, junho 30, 2007  
Blogger Zénite said...

Obrigado, Fraga.
Bom fim-de-semana!

11:19 da manhã, junho 30, 2007  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

. .